Terça-feira, Dezembro 23, 2008

Dingo o béu...
Gostaria de nesta antevéspera do Natal estar contaminado com o espírito da festa. Não estou. E não é porque me falte o espírito natalino, mas porque esse espírito que reina não condiz em nada com o verdadeiro sentido da festa.

Nessa época, como que por magia, todos viram bonzinhos, os bancos, sempre tão ávidos por explorar cada níquel, cada centavo dos seus clientes com juros de agiota, viram cordeirinhos, cheios de amor pra dar. O comércio faz o maior esforço para provar que você só é feliz se gastar o seu último centavo com presentes.

Enquanto isso Jesus continua nascendo nas manjedouras desse mundo...

Sábado, Setembro 06, 2008

Fúlgido
*************************************
Divago impreciso, flutuo no ar
Não deixo impresso o que faço
Desfaço-me em pedaços ao luar
Sou cometa que risca o espaço
E se desfaz depois de passar...
*************************************
Copyright 2008 - Ronaldo Souza

Terça-feira, Setembro 02, 2008

Pelo tempo decorrido desde meu último post eu deveria ter aceitado a proposta do "meu sobrinho"...

Domingo, Abril 06, 2008

Oi tio! Posso tomar conta do seu blog?

Segunda-feira, Fevereiro 18, 2008

Rascunhador

Não sei como está para administrar os blogs aqui no Blogger da Globo. Não tenho sido - nem precisava afirmar isso, basta conferir as datas dos posts - um assíduo blogueiro aqui. Culpa da falta de tempo. Não, não a minha, mas do Blogger. Explico, você mal entra, começa a editar um post e o Blogger te gospe para fora. Você ficou muito tempo sem administrar o seu blog... É verdade, muitas vezes eu havia entrado e estava imóvel há, pelo menos, três segundos.

Componha o seu post antes de entrar, dizem eles. É verdade, uma opção bem prática, fazer primeiro rascunhos para depois "passar a limpo" no Blogger. Coisa bem compatível com a praticidade que se exige dos tempos atuais.

Mas ainda é possível, faz-se um esforço para manter o blog vivo - ou semi-vivo. Vou tentar ser mais assíduo, mais um rascunhador de posts...

Segunda-feira, Dezembro 31, 2007

Que Deus nos abençoe em 2008!

Sábado, Maio 19, 2007

Mais ou menos?

Essa não é uma questão de aritmética, mas uma questão existencial. Você acha que os aniversários somam ou diminuem anos às nossas vidas? Alguns responderão que muito antes pelo contrário, ou que tanto faz. Eu tenho as minhas dúvidas: em cada aniversário comemoro o que passou? o que não tenho mais? o que acabou? a proximidade do fim?

Sem sentimentalismos! Não pense que a questão me imobiliza, aterroriza, nada disso... só assusta um bocadinho. Brrrrrrrrr!!! Se adianta alguma coisa ficar preocupado? Claro que não! Continuamos vivendo, gastando o nosso tempo nessa vida como um pavio de uma gigantesca vela com duração de 60? 70? e poucos anos, que queima noite e dia sem parar...

Hoje é o meu aniversário, qual outro motivo me levaria a tocar nesse assunto justamente hoje? Aniversario, envelheço, pois, somo mais um ano aos já vividos, diminuo mais um da lista dos meus não sei quantos ainda disponíveis (o fato de não saber quantos não me impede de saber que é menos um). Matematicamente: se toda a minha vida contém "x" anos, hoje ela passa a conter "x-1".

Filosoficamente: quer saber? dane-se!

Sábado, Maio 12, 2007

Por que o papa não é pop?

Ao contrário do que afirma a letra da música dos Engenheiros do Havaí, o papa não é pop, o papa é conservador. Mas é preciso entender o que significa ser conservador. Não é, como muitos pensam, uma implicância com os novos tempos, ou uma resistência à modernidade. Ser conservador na ótica de um papa é manter-se fiel aos dogmas da fé, aos mandamentos da lei de Deus e da Igreja.

E aí aqueles que contrapõem o pensamento conservador apresentam uma série de "mas", de adversidades ao pensamento do supremo mandatário da Igraja Católica. A igreja, ao contrário da sociedade, não possui uma jurisprudência que se ajusta ao comportamento das massas. Por mais que o povo entenda que os crimes contra a castidade "não valham mais", esse pensamento não forma jurisprudência na lei de Deus; pecar contra a castidade continua sendo um pecado capital.

Bento XVI chama a atenção dos católicos de que ser um deles é contrato de adesão, não há possibilidade de discutir os seus termos antes de assinar - batizar, crismar, casar - um compromisso com a igreja. Da mesma forma, ninguém é obrigado a assinar qualquer tipo de contrato, a adesão não é compulsória, não é obrigatória.

E não pensem que esta é a atitude mais fácil. Acreditem, bom é ser pop!

Sábado, Abril 07, 2007

Feliz Páscoa

Eu ja tinha publicado outro texto neste sábado, véspera da páscoa. Voltei atrás, resolvi retirar o texto e colocar uma simples mensagem desejando a todos uma Feliz Páscoa. O segredo da felicidade está dentro de cada um; para viver em paz é preciso acolher a paz no coração.

Domingo, Março 18, 2007

Era uma vez...
Nem tudo é o que parece num reino de faz-de-contas. Como todos fazem de contas, nem todos que fazem, realmente fazem. Fazer de contas é dar a nítida impressão que você está fazendo algo que em realidade não está fazendo. Por exemplo, nosso governo faz-de-conta que governa para o povo, todos fazem-de-conta que sabem - ou que entendem do - o que estão fazendo, na realidade eles não fazem a menor idéia.

O povo faz-de-contas que entende; que sabe que é (des)governado por um governo de - e que - faz-de-contas. Nosso povo, aliás, adora fazer-de-contas, e faz de contas um monte de coisas: que é um povo, que trabalha, que cumpre as leis, que entende alguma coisa de alguma coisa, que está interessado em algo mais do que futebol e novelas.

E entre os fazedores que fingem fazer e os fazedores que fingem acreditar, todos fingiram ser felizes para sempre.

Exceto se contiverem outra indicação, todos os artigos aqui contidos são da
 autoria de Ronaldo Renato de Souza (Domrs Publicações) e publicados de acordo com as normas da Creativecommons.org